Vamos falar de Home Equity?

O home equity está aí para resolver problemas diversos, desde substituição de dívida cara por uma mais barata, até um investimento de longo prazo que você queira fazer no âmbito pessoal ou de sua empresa.

Roberto Gateno – CredHub

02/07/2021

O home equity é um termo em inglês que significa  gerar empréstimo garantido pelo patrimônio (equity) de uma casa ou apartamento (home). Nos Estados Unidos, o home equity sempre foi a primeira opção de empréstimo.

As operações de home equity já representam quase 33% do PIB norte americano. Quando o norte americano pensa em endividar-se, a primeira pergunta que lhe vem à mente é: Quanto vale meu imóvel e quanto ainda posso alavancar de operações de crédito usando o imóvel que tenho?

A modalidade de home equity foi introduzida no Brasil há mais de uma década, mas sempre alcançou resultados muito tímidos. Enquanto o norte americano pensa em uma dívida barata e um prazo longo (até 30 anos para pagar nos Estados Unidos) e taxas de juros de 5% ao ano naquele país, aqui no Brasil o mercado de home equity ainda é incipiente. É consenso de que o potencial de mercado no Brasil é muito grande, mas ainda há barreiras culturais e econômicas a transpor. Apesar do recente aumento na taxa Selic, a perspectiva a longo prazo é de queda de juros.

Costumamos dizer que nos Estados Unidos não se compra imóveis, se compra hipotecas. Isto quer dizer que tecnicamente grande parte dos americanos não são proprietários de imóveis e sim de dívidas. Lá nos Estados Unidos, por ser um mercado enorme e já muito maduro, os norte americanos já estão na sua 2ª., 3ª  ou mesmo 4ª. Portanto o home equity é um instrumento bastante comum.

Os brasileiros ainda estão conquistando o seu primeiro imóvel e manifestam grande receio de perder o imóvel se contraírem dívida. O que não percebem é que, muitas vezes acabam se complicando quando tomam crédito via cheque especial, cartão de crédito ou CDC. Enquanto a média de taxa de juros do home equity gira em torno de 1%, os juros mensais de cheque especial giram em torno de 7% ao mês, enquanto que o cartão de crédito cobra em torno de 13% ao mês. A comparação fica, então injusta. Muitas micro e pequenas empresas estão lentamente percebendo que o home equity pode ser uma alternativa para elas.

Em 2020, a taxa média cobrada das grandes empresas foi de 6,5% ao ano. Já as empresas de pequeno porte pagaram em média 28,6% ao ano e a micro empresas pagaram em média 38% ao ano. O crédito com garantia tem taxas médias de 13% ao ano e permitem dar um grande fôlego às micro e pequenas empresas.

No Brasil, o instrumento utilizado é a alienação fiduciária. A grande vantagem para o dono do imóvel é que ele continua na posse do imóvel dado em garantia e pode continuar morando nele. O bem fica como garantia para o credor fiduciário. Na quitação do empréstimo, o cartório de registro de imóveis é notificado e dará baixa na alienação.

Outra vantagem interessante é que ele funciona mais ou menos como um financiamento imobiliário. Você pode até quitar antes, sem nenhum pênalti. A análise de crédito também é bastante tranquila. Se você for assalariado, seus holerites serão levados em consideração para análise. Se for profissional liberal ou empresário, levaremos em conta a sua movimentação bancária.

O home equity está aí para resolver problemas diversos, desde substituição de dívida cara por uma mais barata, até um investimento de longo prazo que você queira fazer no âmbito pessoal ou de sua empresa.

Se tiver mais alguma dúvida, consulte nossa sessão de perguntas mais frequentes (FAQ) ou entre em contato conosco através de email ou whatsapp.


Comentários

Você também pode gostar de

Como conseguir crédito para sua empresa na pandemia
Logo no início da pandemia muitas empresas tiveram que encerrar suas operações, pois já estavam com problemas financeiros, com pouco caixa, fluxo de caixa descasado e também com dívidas com juros altos.
Como fugir dos juros do Cheque especial e Cartão de Crédito
Usar de forma contínua o cheque especial e manter-se no rotativo dos cartões de crédito é muito perigoso. Muitas vezes na correria do dia a dia, apesar de sabermos vamos deixando a “vida levar” e uma bola de neve pode estar em nosso caminho.
Caro médico, você cuida da sua saúde financeira?
Você sabe exatamente quais os seus ganhos e quais os seus gastos? Você sabe diferenciar os seus ganhos fixos de ganhos variáveis?
Enviar mensagem
Precisa de ajuda?
Olá, CredHub! 👋
Gostaria de saber mais sobre os produtos.

CredHub não cobra nenhum tipo de taxa antecipada de seus clientes.

Copy link
Powered by Social Snap